29/1/2024
O Portal
Advocacia
AAA

Explore o post de infotenimento com Poor Things

E não acaba por aí! O filme também já levou para casa o cobiçado Prêmio AFI de melhor filme do ano. Além disso, a talentosa atriz principal, Emma Stone, também foi premiada com um Globo de Ouro e um Leão de Ouro na categoria de melhor atriz.

Mas afinal, que filme é esse? Por que tem recebido tantos prêmios? E, o mais importante, por que seu nome ecoou tão pouco por aqui?

Um dos motivos é que Poor Things será apresentado aos cinemas brasileiros no dia 1º de fevereiro.

E para que você se antecipe, preparamos os principais tópicos que prometem virar conteúdo de infotenimento.

Ficou curioso? Então, prepare a pipoca, pegue sua bebida favorita e embarque nessa jornada conosco!


Poor Things: onde vivem? O que comem?

Apesar do título, “Pobres Criaturas” não trata de nenhum animal.

Na verdade, a trama gira em torno da jovem Bella Baxter (interpretada por Emma Stone), que é trazida de volta à vida pelo cientista Dr. Godwin Baxter.

Mas como assim, trazida de volta à vida?

Acontece que Bella tirou a própria vida. E o cientista teve a ideia não só de ressuscitá-la, mas também de substituir seu cérebro pelo cérebro de seu bebê – sim, ela estava grávida.

Pode parecer uma confusão pesada – e de fato é – mas a história começa a fazer sentido e ficar mais leve quando Bella começa a entender a necessidade de viver em sociedade, sem medo de experimentar várias coisas como se fosse a “primeira vez”.

O filme é uma mistura de comédia, drama, fantasia, romance e ficção científica.

E a aventura começa com Bella desejando explorar mais do mundo na companhia de um advogado, livre dos preconceitos de sua época e em busca de igualdade e libertação.

Para entender melhor essa história, confira o Trailer oficial.


Ideias de conteúdo sobre Poor Things para se inspirar

Não sabemos como o público brasileiro irá receber o filme. Mas, não dá para negar que ele gera muita curiosidade – especialmente por se tratar de uma história diferente e quebrar vários padrões. Por isso, trouxemos algumas ideias para você se inpirar na hora de abordar essa obra em seu conteúdo.

Aposte em elementos da época

Você sabia que o filme se passa na era vitoriana?

Que tal explorar os elementos característicos dessa época para promover discussões envolvendo arte, música, política e outros aspectos históricos?

Também é possível traçar uma linha do tempo que demonstre como esses elementos evoluíram ao longo dos anos, gerando reflexões interessantes.

Além disso, considerando que o número de fãs dessa história só cresce, que tal criar algo temático que atraia a atenção do público, incentivando o compartilhamento e até mesmo a compra de produtos relacionados.

Que tal aproveitar essa ideia e organizar um espaço “instagramável” com decoração vitoriana, ou criar uma ilustração temática que remeta a essa época?

Essas estratégias podem envolver os clientes de uma maneira única que os transportará para a era vitoriana.

Acesso exclusivo

Epa! Parece que você não está logado no Portal ou ainda não é assinante. Faça login com sua conta ou assine agora!.